Nós fizemos um podcast — e você também pode ter o seu!

Tutorial para criar um podcast do zero

 

Há dois meses resolvemos entrar em uma jornada para criar conteúdos mais relevantes em nossas redes sociais e expandir nossos meios de comunicação. E aí, surgiu a pergunta: por que não fazemos um podcast? Afinal, já tínhamos os itens mais importantes: uma equipe comunicativa que poderia passar horas conversando sobre qualquer assunto e muita vontade de aprender. E foi daí que surgiu o Kast, podcast da Media K. Nele, compartilhamos conversas sobre assuntos variados, englobando marketing digital, business, empreendedorismo, eventos, entretenimento e, pra falar a verdade, o que mais vier na nossa cabeça.

Em um momento onde pensamos constantemente em números e nos vemos sem tempo para nada, o consumo de conteúdos pode ficar para trás. Mas os podcasts surgem para elevar a produtividade e aproveitar ao máximo o tempo disponível: eles carregam a vantagem única de poderem ser consumidos enquanto o ouvinte realiza outras tarefas. Os arquivos de áudio são disponibilizado em plataformas de streaming e podem ser acessados a qualquer momento, ou até mesmo baixados para serem escutados em períodos sem internet. Essas funcionalidades contribuíram para que, segundo a Edison Research, o número de ouvintes crescesse 120% nos últimos quatro anos. É seguro dizer, até, que os podcasts estejam se tornando os programas de rádio do futuro.

Assim como os outros formatos de conteúdos, os assuntos abordados nos podcasts e seus formatos são dos mais variados. Tudo vai depender do público-alvo que deseja atingir, do tempo médio de duração de cada episódio e do seu estilo de comunicação.

 

Definindo temas

Aqui você decide sobre o que quer gravar e o formato que deseja seguir. Criar uma planilha colaborativa para que todos possam apresentar pautas sem julgamentos é uma ótima pedida: é do brainstorm que surgem as melhores ideias. Podem ser temas sobre algo que você goste de falar, entrevistas com convidados que considere relevantes ao escopo do programa ou uma sessão de perguntas e respostas com dúvidas enviadas pelos seus seguidores.

Depois de definidos os temas, elabore um calendário, convide os entrevistados e selecione quais pessoas do seu time irão gravar cada episódio.

 

Faça um roteiro

Durante a gravação do podcast pode ser muito fácil se deixar levar pelo clima de conversa e deixar de cobrir temas que você gostaria. Por isso é fundamental elaborar um arquivo com tópicos-chave que devem fazer parte de cada episódio. Se preferir, pode dividi-los em três tópicos: introdução, desenvolvimento e conclusão.

 

Como gravar

Você vai precisar de qualquer aplicativo ou programa que grave som. Tudo vai depender, também, dos seus convidados:

  • Se estiver sozinho é possível realizar o programa através do gravador do seu celular. Depois, basta salvar o arquivo e exportá-lo para o seu computador utilizando um cabo USB ou o enviando por e-mail.
  • Com convidados: para captar mais de uma voz ao mesmo tempo você pode organizar reuniões em programas que possibilitem a gravação de chamadas, como o Skype ou o Zoom. Depois, é só salvar o arquivo em seu computador.

É importante ressaltar que a qualidade sonora é fundamental. Se puder, opte por utilizar um fone de ouvido com microfone para que sua voz seja captada com clareza.

 

Edição

A edição do seu podcast é o que irá ditar o nível de satisfação dos ouvintes. Uma edição de qualidade, além de transmitir um tom mais profissional, eleva a experiência do usuário e faz com que ele interesse pelo conteúdo que está sendo gerado.

Com o arquivo de áudio salvo, exporte-o para um programa de edição e recorte momentos com pausas longas ou erros de gravação — e acredite, os erros vão acontecer, tudo bem! Você também pode adicionar uma vinheta musical ao seu podcast para deixá-lo com um tom ainda mais profissional.

Existem diversas opções de aplicativos de edição disponíveis na internet, mas uma boa pedida é o Audacity. Disponível para Windows, Linux e Mac ele é um software de livre criação que permite pequenos ajustes de áudio de maneira intuitiva. Se tiver dificuldades, o Audacity vem com um manual de uso e também conta com centenas de tutoriais em português no Youtube.

 

Upload

Agora que você está com seu arquivo finalizado, só resta publicá-lo!

Para isso, existem diversas plataformas focadas exclusivamente no upload de áudios que são gratuitas tanto para colaboradores quanto para ouvintes. Vale pesquisar qual formato funciona melhor para os seus objetivos, mas damos algumas opções:

  • SoundCloud: além de fornecer espaço para que você disponibilize seu podcast de graça, a plataforma conta com um sistema de análise de estatísticas: você pode ficar sabendo quantas pessoas reproduziram cada episódio e compreende a forma com que seu público interage com seus conteúdos. Basta realizar o cadastro e começar a publicar!
  • Spotify, Deezer, Apple Music: ainda que tenham uma modalidade paga para ouvintes, essas são as plataformas de áudio mais utilizadas do mundo. Publicar seu conteúdo em uma delas fará com que o podcast ganhe mais visibilidade e divulgação. Para utilizá-las, você pode realizar um cadastro gratuito no Anchor e fazer o upload do arquivo de áudio, título e descrição. Mas atenção: o Spotify demora cerca de dois dias para que seu conteúdo fique disponível, então planeje com antecedência!

 

Divulgação

Chegou a hora de fazer com que seu podcast chegue até as pessoas! Você pode utilizar seu site ou redes sociais como aliados na divulgação: lembre-se que o Instagram, Facebook e Linkedin são seus aliados. Realize publicações e stories com chamadas atrativas, que incentivem seu público-alvo a ouvirem o assunto abordado. Encoraje seu público a compartilhar seus episódios com conhecidos para que cada vez mais pessoas sejam atingidas. !

O mais importante é dar o passo inicial. Se esse é um conteúdo que você gosta de produzir, mãos à obra! Você nunca vai saber se ele é eficaz para a divulgação da sua ideia ou negócio se não tentar, então não tenha medo de errar e divirta-se!

Tem algum projeto
em mente?